Dicionário

Dicionário

Alavanca (âncora)
 
Peça em forma de âncora, feita de aço ou bronze, que é parte do escape.
   
Amortecedor de impacto
 
Sistema para proteger os delicados e muito frágeis pivôs do balanço contra quebras. Os rubis dos orifícios e de cobertura do suporte do eixo do balanço são fixados, mediante uma mola, à platina principal e à ponte do balanço. Em resposta a um choque severo, eles “cedem” lateralmente ou axialmente. Um relógio com absorção de choques deve ser capaz de suportar uma queda da altura de um metro sobre um piso de carvalho sem que a sua marcha sofra algum desvio significativo.
   
Amplitude
 
Ângulo máximo em que o balanço gira a partir da sua posição de descanso.
   
Anti-magnético
 
Termo utilizado para descrever relógios cujos componentes estão protegidos contra a acção de campos magnéticos. Os componentes mais afectados pelo magnetismo são o balanço, a mola do balanço e o escape. Para o relógio ser “anti-magnético”, estas peças devem ser feitas de materiais não-magnéticos. Relógios utilizados em situações mais extremas de magnetismo, normalmente é utilizada uma caixa interna de ferro macio.
   
Aro
 
Anel de retenção que mantém o vidro do relógio sobre o mostrador, por pressão ou fixado de outra forma à caixa.
   
Balanço (volante)
 
Peça móvel, geralmente circular, oscilante sobre o seu eixo de rotação. A espiral (“cabelo”, ou mola) acoplada a este define o movimento para frente e para trás, dividindo o tempo em partes exactamente iguais. Cada par de movimentos (um para frente e outro para trás) do balanço (“tique-taque”) é chamado de “oscilação”. Uma oscilação, portanto, é composta por duas vibrações.
   
Barra
 
O mesmo que talão. Fina haste presa à caixa do relógio de pulso que fixa a pulseira.
   
Botão
 
Botão, de forma variada, acoplado à caixa, que acciona um determinado mecanismo ou função do relógio (cronógrafo, etc.).
   
Botão de ajuste
 
O mesmo que coroa. Componente utilizado para controlar manualmente o relógio ( dar corda, acertar horas ou data).
   
Botão deslizante
 
Componente utilizado em relógios repetidores, sendo normalmente uma peça feita do mesmo metal que a caixa e situando-se no meio desta.. O botão carrega a mola do mecanismo percussivo.
   
Calendário
 
Indicador da data.
   
Calendário anual
 
Calendário que mostra o dia da semana, a data e o mês, requerendo uma única correcção manual por ano.
   
Calendário de fase lunar
 
Calendário com indicação, através de uma abertura de forma apropriada no mostrador, da evolução do ciclo lunar: crescente, cheia, minguante ou lua nova.
   
Calendário Perpétuo
 
Calendário que respeita todas condições particulares da data, tais como meses de 31 dias e o dia 29 de Fevereiro em anos bi-sextos.
   
Calendário Semi-Perpétuo
 
Calendário que respeita as mudanças particulares da data, com excepção do dia 29 de Fevereiro em anos bi-sextos, em que a correcção tem de ser manual.
   
Calibre
 
Relativo ao tipo e dimensões de um movimento. Expressa-se, normalmente, por um número, em milímetros ou linhas ( medida antiga equivalente a 2,256 mm).
   
Caixa
 
Elemento essencial do relógio que protege o movimento do relógio da poeira, humidade e choques, envolvendo todo o seu mecanismo. No seu interior encontra-se o mecanismo, mostrador e ponteiros e no exterior os botões.
   
Caracol
 
Parte do mecanismo de repetição, sendo um excêntrico utilizado para a repetição das horas, quartos ou minutos. Nomeado pela sua forma, o caracol de minutos é dividido em quatro partes, cada uma delas por sua vez dividida em 14 dentes.
   
Co-axial
 
Escape inventado pelo DR. G. Daniels, sendo aplicado nos mecanismos da Omega em relógios de alta-precisão. Trata-se de um sistema de transmissão de energia de baixa fricção.
   
Complicações
 
Mecanismos auxiliares acoplados a um movimento básico. As “complicações” pertencem a três categorias principais: aquelas que fornecem indicações extras de tempo; aquelas que batem ou tocam a hora, e aquelas que fornecem uma variedade de indicações astronômicas. Os relógios são chamados de “Grandes Complicações” quando apresentam mecanismos das três categorias acima.
   
Corda
 
Operação que consiste em apertar a mola principal de um relógio. Isto pode ser feito manualmente (por meio da coroa) ou automaticamente (por meio de um rotor).
   
Cronógrafo
 
Mecanismo de complicação, com função de medir pequenos períodos de tempo, para além da função das horas.
   
Cronómetro
 
Denominação atribuída a um mecanismo submetido com sucesso a testes de precisão, tendo-lhe sido atribuído um certificado de uma entidade oficial ( tipicamente de COSC).
   
Coroa
 
Componente utilizado para controlar manualmente o relógio ( dar corda, acertar horas ou data). Também denominado botão de ajuste.
   
Coroa de rosca
 
Coroa com parafuso, enroscando-se na própria caixa, solução aplicada em relógios com resistência elevada à água.
   
COSC
 
“Controle Officiel Suisse des Chronometres” Controlo Oficial Suíço de Cronómetros.
   
Date Jumper
 
Sistema relacionado com a mudança da data à meia noite. Pode dividir-se em três grupos:
Instantâneo: A data muda à meia noite para o novo dia;
Semi-instantâneo: A data vai mudando a partir das 23.30 até se obter a nova data;
“Dragging”: A data vai mudando lentamente, iniciando-se o processo às 23.00, arrastando-se por um período de 2 horas.
   
Direct-drive
 
O mesmo que trotteuse: Ponteiro de segundos que avança em pequenos pulos.
   
EOL
 
” End Of Life” Indicator. Indicação visual de fim da bateria (tipicamente pelo saltar dos ponteiros de segundos de 4 em 4 segundos, ou por indicação directa num mostrador LCD).
   
Escape
 
Conjunto de elementos – roda de escape, alavanca (âncora) e duplo disco (platô) que converte a energia acumulada na corda, no movimento oscilatório do balanço. O escape desempenha uma dupla função: transmite os impulsos que mantêm o balanço em movimento, e restringe a progressão da engrenagem, permitido à roda de escape avançar apenas um dente a cada oscilação do balanço.
   
Espiral (mola) de balanço
 
Mola fina, em forma de espiral, fixada numa extremidade à roda do balanço e na outra à ponte do balanço. O balanço (volante) e sua mola constituem o órgão regulador do movimento de um relógio. O nível de qualidade da mola é fundamental à precisão do movimento. Actualmente, o material mais popular no fabrico das mesmas é o Nivarox, uma liga metálica, de aço inoxidável com alto teor em cobalto, níquel e crómio e uma pequena porção de titânio e berílio. Esta combinação permite um atrito e desgaste muito baixos, são praticamente não magnéticas, não oxidam e tem um coeficiente de elasticidade termal muito baixo.
   
Flyback
 
Mecanismo de cronógrafo que permite o retorno imediato dos ponteiros à posição inicial para nova medição de tempo.
   
Frequência
 
Número de oscilações por segundo, sendo a unidade o Hertz (Hz). Um mecanismo com 28 800 Hz terá 28 800 oscilações por segundo.
   
Grande Complicação
 
Relógios que apresentam, simultaneamente, as três seguintes complicações: Indicações extra de tempo, repetição de horas e indicações astronómicas.
   
GMT
 
Greenwich Mean Time- Tempo relativamente ao Meridiano de Greenwich, Latitude 0º. Conceito introduzido em 1/11/1984, também conhecido por UTC ( Universal Time Co-ordinated ), é utilizado como medida universal das horas.
   
Inibição
 
Processo electrónico que permite o ajuste de um relógio de quartzo sem interferir com a sua frequência. Ajusta-se então, o momento de impulso periodicamente ( normalmente a cada 60 segundos ), de modo a manter a precisão do movimento.
   
Jumping hours
 
Função que permite um mostrador de horas separado do dos minutos. Tipicamente, as horas são indicadas num pequeno mostrador digital às 12 horas do mostrador principal. A cada volta completa do ponteiro grande dos minutos ( 60 min. ), o mostrador das horas avança uma posição.
   
LCD
 
Tipo de mostrador, composto por cristais líquidos.
   
LED
 
Tipo de mostrador, composto por díodos emissores de luz.
   
Mostrador
 
Local onde são lidas as informações relativas ao tempo. Divide-se em dois tipos, de acordo com a forma da leitura:
Analógico: Comparando o movimento de ponteiros em relação a uma escala fixa;
Digital: Por leitura directa dos valores que se encontram nos LCD OU LED.
Multifunções: Relógio digital, ou combinado analógico-digital, com diversas funções, tais como alarme, data, cronógrafo, contagem decrescente do tempo, tempos parciais, etc.
   
Oscilação
 
Movimento completo de um oscilador. compreendendo duas vibrações.
   
Oscilador
 
Componente do relógio com movimento regular, permitindo a divisão e consequente medição do tempo. Pode ser de pêndulo, mola ou quartzo.
   
Rattrapante
 
Função utilizada em cronógrafos com tempos parciais e que se refere ao movimento do ponteiro de tempos parciais ao recuperar (rattraper) o movimento combinado com o do cronógrafo.
   
Repetição dos minutos
 
Mecanismo que permite ouvir a leitura do tempo : tipicamente através de timbres distintos para as horas, quartos de hora e minutos.
   
Reserva de marcha
 
Período durante o qual um mecanismo consegue funcionar, utilizando apenas as suas reservas energéticas (pêndulo, mola ou pilha).
   
Resistência à água
 
Medida da capacidade do relógio resistir à penetração de água ou condensação. Medida em metros, pés ou bar.
1 metro = 3,28 pés
   
Rubis
 
Também denominados pedras de apoio, resistentes ao desgaste e com uma função anti-fricção, são aplicados em movimentos de rolamento, de transmissão, em dispositivos de encaixe e em partes do escape. Tipicamente, os rubis empregues na relojoaria não são naturais, mas sintéticos, já que estes apresentam uma maior pureza e estrutura cristalina mais homogénea.
   
Safira
 
Material sintético (corindo sintético), resistente a riscos usado nos vidros dos relógios, sobre o mostrador e às vezes no fundo da caixa. A sua utilização deve-se à sua elevada dureza: nove na escala de Mohs ( que varia de 1 a 10, e mede a resistência ao risco).
   
Segundo
 
Espaço de tempo decorrido durante 9192631770 vibrações de um átomo de césio.
   
Talão
 
O mesmo que barra. Fina haste presa à caixa do relógio de pulso que fixa a pulseira.
   
Tempos parciais
 
Função Split-Second. Esta função é conseguida através de um pequeno ponteiro (split seconds hand), que acompanha o ponteiro dos segundos do cronógrafo aquando da sua activação. Quando se quer medir um tempo parcial, ao pressionar o botão relativo ao ponteiro pequeno, este pára, tornando possível a sua leitura. Entretanto o ponteiro grande do cronógrafo continua a medir o tempo total. Pressionando-se novamente o botão dos split-seconds, o ponteiro pequeno vai “apanhar” o grande do cronógrafo, para o acompanhar novamente, preparando-se para uma nova leitura parcial.
   
Trotteuse
 
O mesmo que direct-drive: Ponteiro de segundos que avança em pequenos pulos.
   
Turbilhão
 
Dispositivo inventado por Abraham-Louis Breguet para eliminar erros de medida em posições verticais. Consiste numa “gaiola” móvel que suporta todas as partes do escape, com o balanço no centro. O pinhão do escape gira sobre a quarta roda fixa. A caixa faz uma volta por minuto, anulando assim erros de medida nas posições verticais.
   
UTC ( Universal Time Co-ordinated )
 
Medida universal das horas.
   
Válvula de escape de hélio
 
Sistema de descompressão, que permite que o gás de Hélio vá saindo do interior do caixa, quando o relógio é utilizado em condições de pressão bastante diferentes das normalmente encontradas. É, tipicamente, de uso profissional em trabalhos de longa duração debaixo de água, na exploração de petróleo e outras situações de diferenciais de pressão atípicos.
   
Vibração
 
Movimento entre os dois extremos da posição do oscilador.
   
Volante (balanço)
 
Peça móvel, geralmente circular, oscilante sobre o seu eixo de rotação. A espiral (“cabelo”, ou mola) acoplada a este define o movimento para frente e para trás, dividindo o tempo em partes exactamente iguais. Cada par de movimentos (um para frente e outro para trás) do volante (“tique-taque”) é chamado de “oscilação”. Assim, uma oscilação é composta por duas vibrações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *