Seiko Bellmatic – 4006

No mundo dos relógios e por norma ao nome Seiko, não são atribuídos devidamente os créditos que merecem.
Nos Fóruns de relógios, não há argumentos consistentes como sugestão, de forma a se poder “esgrimir” com o mesmo fôlego, como relógios emergentes das alturas vertiginosas da era Suíça.

A posição ocupada na consciência pública pelo nome Rolex e ou Omega (entre outros), tem as suas raízes na população mais envelhecida (eu acho), não restam duvidas quanto à soberba engenharia, com caixas elegantes e relógios desportivos como na década de 50 e 60, muitos dos quais foram amplamente utilizados como “ferramentas”, instrumentos destinados a servir algum tipo de finalidade que não seja simplesmente como um símbolo de status.

Amplamente acreditado, a Rolex, incluem o primeiro relógio à prova de água, o primeiro movimento automático e o primeiro relógio para exibir a data.
Igualmente, marcas como Seiko, cujo centro de massa populacional, ocupa uma posição de mercado um pouco ao sul do da Rolex/Omega, mas são também responsáveis pela sua parte justa de pontos de referência, muitas vezes decorrentes de inovações feitas em relógios do mercado, projectado para cada homem e mulher.

A década de 1960 foi uma década frutífera para Seiko: Eu tenho documentado alguns relógios estanques, verdadeiramente icónicos e que eram relógios feitos exclusivamente por eles nos anos 60 e 70, bem como as 1ª automáticas como calibre 6119 e num segmento “mais elevado” as 6139 e 6138 cronógrafos, os quais representam marcos importantes no desenvolvimento do relógio de pulso.
Para além disso, em seguida, para essas contribuições no mais alto perfil, os despertadores de pulso de nome Bell-matic.
Para aqueles que conhecem e gostam, são bonitos, dignos e um ícone no mundo dos relógios.

O primeiro Bell-matic, o 4006-7000, foi apresentado ao mercado doméstico japonês em meados 1966, equipado com uma versão 27 jóias no movimento automático 4006A, o primeiro movimento de alarme automático equipado com um rotor completo e articulado centralmente.

A complicação alarme naquele tempo não era uma novidade, porém, foi introduzido pela primeira vez em um relógio de pulso no início de 1900 pela Eterna.
Esse relógio era essencialmente um relógio de bolso, e foi adaptado para o primeiro relógio de pulso com alarme (genuinamente operacional), foi o célebre Vulcain Cricket, no final dos anos 1940, cujo alarme foi notável em servir a sua finalidade e de serem capazes de acordar o seu portador.

O primeiro relógio automático de pulso com alarme foi o Memovox, produzidos a partir da década de 1950, por Jaeger-Lecoutre e que usou um rotor pára-choques para “carregar” o movimento.
Em sua versão mais moderna, o Memovox foi extremamente refinado e apresenta um rotor completo, um recurso introduzido com a Seiko 4006-7000 em 1966.

Mas chega de “prosa” pelo que irei partilhar um antes e depois deste belo espécime.

As imagens do antes abaixo apresentadas, foram cedidas pelo anterior proprietário residente nos EUA.

 

Pronto! Hora de “arregaçar as mangas” e como podem ver o mecanismo foi todo desmontado, limpo e principalmente, todos os pivots foram polidos.

 

Como não podia deixar de ser, todos os vedantes foram substituídos


Aqui o vedante já colocado.

Máquina já devidamente montada, testada e afinada. De salientar que a estética foi toda reconstruida, incluindo caixa, botões de comando, coroas, etc.

E pronto, espero que gostem do trabalho.

Um enorme bem hajam.

3 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *